Autor - Distrito LEO L D-7

SENSO DE JUSTIÇA

Atualmente, na sociedade em que vivemos, nos deparamos diariamente
com a busca pela aceitação das diferenças, com a explicação reiterada de que
nenhum ser humano é igual ao outro. Do mesmo modo, vemos a procura pela
igualdade. Então, como seremos iguais se as pessoas tem princípios diferentes,
o que resulta em suas crenças, interesses, moral e até mesmo, em suas
posições sociais?

A concepção de justiça está ligada a igualdade, contudo é uma ideia que
precisa ser desconstruída. Uma vez que, as diversas condições de cada pessoa
as colocam em diferentes estados de necessidade, com isso, é necessário
adequar cada situação.

Percebemos que, a quantidade de comida necessária para saciar a fome
de uma pessoa, não será a mesma que irá saciar a outra. Assim, se formos
distribuir em porções iguais, ou estaremos desperdiçando ou seremos injustos.
Desta forma, devemos deixar de lado a ideia de igualdade, para que possamos
introduzir a equidade em nossa rotina. Partindo desta percepção, fica explícito o
senso de justiça e o alcance do objetivo.

Assim, que busquemos a cada dia mais ser equânimes, tomar decisões
que possibilitem ajudar as pessoas ao nosso redor de acordo com suas
necessidades, que objetivemos dentro de nossos clubes a equidade acima da
igualdade, para que sejamos justos com todos. Que possibilitemos campanhas
e mobilizações em prol da equidade em sociedade e meio de convívio. Por fim,
que alcancemos nossos objetivos pessoais e em grupo de uma maneira além
das barreiras sociais e divisões de classes.
Que assim seja!

Amiga LEO GABRIELA BARBIERO
LEO Clube David Canabarro

Ler mais...

A cruz que carregamos

Aprendemos de diversas formas que cada um tem sua própria cruz. Por
vezes parecemos estar com uma cruz mais pesada do que conseguimos
carregar, mas ao olharmos para o lado podemos encontrar recursos para nos
ajudar a suportar. No movimento LEO podemos ver o peso das cruzes de
outras pessoas e como parecem ser mais pesadas que as nossas próprias!
Equidade absoluta é algo impossível de se alcançar, mas devemos sempre
acreditar na sabedoria divina, de que Ele sabe a força que temos melhor que
nós mesmos, de que no fim tudo dará certo! Assim seja!

CLEO Ricardo Renosto
LEO Clube Casca

Ler mais...

Juntos podemos mais

A equidade pode ser considerada como um tratamento de uma doença,
cada paciente terá o seu medicamento, os seus cuidados, pois nenhuma
doença é igual para todos. Nossa sociedade pensa que um mundo igual
resolveria todos os problemas, mas isso poderia gerar ainda mais desequilíbrio.

Por isso, pedimos hoje para o Criador encher a luz de todos os
participantes do movimento LEO, para que juntos possamos fazer a diferença e
contribuir em cada ato, cada campanha, cada atividade, pensando
individualmente nas necessidades do próximo.
Assim seja,

CLEO Juliane Belenzier
LEO Clube Casca

Ler mais...

A busca de uma transformação

Vivemos em um mundo que busca constantemente a igualdade, porém
mesmo realizando um tratamento igual entre pessoas diferentes, podemos
favorecer a desigualdade.

Senhor, hoje pedimos a ti para que guie e ilumine nossos pensamentos
para juntos podermos evoluir e contribuir para a transformação de uma
sociedade com igualdade para uma com equidade.

Pedimos também, que nos dê forças pois sabemos que o processo é
árduo e longo, mas com pequenos detalhes iremos fazer a diferença e mostrar
o quanto a equidade é essencial em nossas rotinas.

Que o Senhor abençoe o nosso caminho e abra o coração das pessoas
para entender que o não existe coisa mais linda e incrível do que o tratamento
com equidade.
Assim seja,

CLEO Clarissa Tomasetto Marcon
LEO Clube Casca

Ler mais...

Vagalumes na escuridão

No LEO Clube e com o LEO Clube a liderança conquistou o seu espaço. Todos
os dias, nossa organização forma novos líderes que, sem nem imaginar, se
tornam gigantes. A busca pela liderança, ainda, tem se mostrado cada vez
mais intensa. Um líder deve saber liderar e, para isso, existe um caminho.

Como um vagalume na escuridão, um líder abre fronteiras para seus
seguidores; porém, como um líder pode abrir fronteiras se nem ao menos
conhece os seus? O sentido de liderança vai muito além do que podemos
imaginar, e é nesse momento que damos espaço à equidade.

Saber reconhecer as características e dificuldades dos nossos é o primeiro

passo para se chegar à liderança. Com senso de justiça e conhecimento, pode-
se resolver impasses de modo confortável e justo para cada membro de um

grupo. Se não essa virtude, qual nos levará mais longe como líderes?

É por esse motivo, portanto, que pedimos a Ti, querido Deus, como
Companheiros LEO, sabedoria para ouvir, compreender e conhecer os nossos,
praticando justiça e liderando um grupo coerentemente, favorecendo a todos
na medida do possível a ser praticado. É com vontade e interesse que pedimos
a Ti a virtude da equidade. Sem ela, nada somos.

Assim seja!

CLEO Valentina Dall’Agnol Roman, LEO Clube Arvorezinha

Ler mais...

O maior apoio está dentro de cada um de nós

Temos passado por inúmeros momentos de insegurança nos últimos dois
anos, em pleno século XXI estamos passando por uma pandemia mundial,
onde milhares de vidas já foram perdidas, vidas essas que tinham um plano e
um objetivo de vida, mas que infelizmente não conseguiram alcançar os
mesmos… diante disso, temos buscado apoio de diversas formas, a pandemia
mudou os sentimentos dos seres humanos, onde um simples abraço não pode
mais ser sentido tão facilmente, um aperto de mão se tornou algo inseguro,
tivemos que se preocupar mais com os nossos familiares do que com nós
mesmos, no nosso movimento leoístico, tivemos que nos distanciar de muitos
amigos por questão de segurança, reuniões foram de forma on-line/remota,
tudo mudou.

Quando isso tudo acabar, devemos olhar pra trás e ver o tamanho da mudança
que tudo isso causou, e o tamanho do crescimento pessoal que cada pessoa
teve, iremos nos tornar pessoas melhores. No meio de tanta insegurança, o
maior apoio que temos se encontra dentro de nós mesmos.

Assim seja!

CLEO Mauricio da Silva Dalagasperina
LEO Clube Tapejara
AL 2021/2022

Ler mais...

Qual é seu abrigo?

Em um mundo rodeado de tecnologias e do “estar perto a um clique”, é difícil
imaginar que possamos sentir-nos sozinhos ou inseguros. Com uma vasta rede
de informações disponíveis em poucos segundos, como podemos sentir-nos
inseguros onde, ao ver de todos, temos a maioria das respostas na palma de
nossa mão.

No período que estamos vivendo, mais do que nunca, estamos
aprendendo o valor e a benção que é um colo, um abraço de um pai ou a falta
que faz passar horas conversando coisas aleatórias e cotidianas com seus
amigos. Estamos percebendo a necessidade de se ter um porto seguro, um
local de refúgio para as coisas difíceis e complicadas da vida. E isso não se
resume apenas à família tradicional: pai, mãe, irmãos, parentes próximos, mas
também a família que escolhemos: os amigos, os companheiros de Movimento,
as pessoas que passamos preciosos momentos juntos.

Permita-se viver e aumentar a sua família todos os dias, sendo
empático, atencioso e sempre mostrando a sua melhor versão. Precisamos de
pessoas com quem possamos contar, tanto nos dias bons quanto nos ruins. E
saber que o LEO pode proporcionar momentos únicos e conhecer pessoas
novas a cada instante me faz cada vez mais querer que novas pessoas
conheçam o Movimento, porque é isso o que o LEO Clube faz: muda a vida
das pessoas!

Assim seja!

CLEO Luís Ricardo Bianchi
LEO Clube Tapejara
AL 2021/2022

Ler mais...

ANJOS DO TEU PORTO SEGURO

Existem questionamentos que fiz na vida que surgiram em minha mente de
forma equivocada, como quando tomo uma decisão regada pelos meus
sentimentos. Por vezes questionei Deus o motivo de estar passando por
situações que julguei pesadas demais para meu psicológico, para meu físico.

Por vezes interpretei o silêncio Dele como nada. Hoje em dia reconheço que
todas as situações que vivenciei e superei foram necessárias para que eu me
tornasse o porto seguro de alguém. Da mesma forma como alguém foi o meu.

Hoje em dia gradeço a Deus pelo silêncio, pois foi assim que me fiz capaz de
observar os detalhes daquilo que vivia e pude compreender a essência do que
precisava. Compreendi que Deus é meu porto seguro e aquilo tudo fez de mim
o local de calmaria de alguém.

Agradeço pelo dom de cura. Da auto cura e da cura ao próximo e peço,
encarecidamente, que todos sejamos capazes de valorizar e reconhecer essa
dádiva. Somos fortes o suficiente para nos curar e curar o próximo. Fortes o
suficiente para amarmos o próximo.

Obrigada Deus por estarmos aqui hoje reunidos, sendo o porto seguro de uma
comunidade que clama por segurança, auxílio e amor.

Obrigada Deus por nos permitir sermos LEO e por abrir nossos olhos para
enxergarmos a necessidade do próximo. Obrigada Deus por nos fazer de porto
seguro dos teus filhos indefesos.

Que possamos seguir assim, anjos que carregam pins na lapela e muito amor
no coração, para que assim todos encontrem em nós o porto seguro que tanto
procuram.

Assim seja!

CLEO Isadora Munhoz
LEO Clube Tapejara
AL 2021/2022

Ler mais...

Um grande apoio chamado amigo

Por muitas vezes me senti só, um sentimento inexplicável, uma tristeza
carregada de angústia, a qual somente conseguia multiplicar os meus
problemas e torná-los sem solução ou saída. Sentia-me assim
temporariamente, pois em momentos de medo e insegurança é mais do que
necessário contarmos com as pessoas que mais amamos, a família.

Quando falamos de família não devemos nos limitar apenas a pai, mãe e
irmão, mas também naquela família que conquistamos durante nossa vida,
nossos irmãos de coração chamados de amigos. Aquelas pessoas que você
sabe que independente da hora ou momento eles estarão ao teu lado, te
motivando, te apoiando e até mesmo sofrendo com você nos momentos mais
difíceis.

No LEO Clube encontrei irmãos de coração, encontrei pessoas que
quando eu preciso eu busco apoio, eu busco carinho, afeto e que independente
do que acontecer estaremos sempre um ao lado do outro. Se você ainda não
encontrou alguém assim no movimento você precisa entregar-se mais ao
movimento LEO, viva intensamente esta oportunidade, abrace a vida, ame as
pessoas. O mundo já tem muita dor e ódio, precisamos ser apoio, ser lar, ser
amigo, ser alguém em quem as pessoas possam confiar e nunca
esqueceremos de que está tudo bem nós não estarmos bem as vezes, todos
passamos por momentos ruins, momentos de insegurança e angústia, quando
estiver em um momento assim converse com um amigo, compartilhe seus
medos a vida não foi feita para vivermos sozinhos.

Assim seja!

CLEO Eduse Santiago Ribeiro
LEO Clube Tapejara
AL 2021/2022

Ler mais...

Quando o Sol brilhar, brilharemos juntos.

Muitas vezes, caímos. Falhamos. “Ralamos o joelho” da nossa alma. É difícil
buscar um apoio para subir quando estamos no chão, entretanto, há alguém lá.
Está lá em nossas horas difíceis, está lá nos nossos melhores momentos,
brilha conosco e, quando necessário, ilumina nossa escuridão. Alguns chamam
de alma gêmea, parceiros; para alguns pode ser a família, amigos ou até
mesmo Companheiros LEO.

Quando temos alguém para apoiar-nos, cair torna-se apenas um impulso para
um futuro voo. Quando as sombras dominam nossos olhares, existe alguém
que nos lembra que sempre existirão estrelas, alguém que nos cultiva quando
somos sementes e comemora nossos frutos quando crescemos.
Existe um apoio, existe uma luz no fim do túnel.

Ao acordamos, existe alguém para nos dizer que pesadelos são passageiros.
Existe alguém para dizer que logo a maré abaixará.
E, quando a insegurança instala-se em nosso coração, existe alguém que nos
estenderá a mão.

Em meio a tantas pessoas, cada um de nós possui seu porto seguro, seu
telhado para esperar a chuva passar. Mas sabemos, que um dia seremos o lar
de alguém e, independentemente do futuro, correremos para alguém assim
como um dia alguém voou para nós.

Afinal, somos o farol que indica aos barcos o caminho. Somos a lua, que
ilumina a noite enquanto reflete a luz do dia. Somos estrelas a milhões de
anos-luz de distância, mas ainda assim, somos companheiras visíveis para
quem souber observar.

Assim seja!

CLEO Carla Zanin
LEO Clube Tapejara
AL 2021/2022

Ler mais...