Coisas acontecem

Voltar para Posts

Coisas acontecem

Coisas acontecem; aviões caem, a tempestade vem e destrói tudo que temos, alguém

que amamos parte. Como disse, coisas acontecem. Vezes é calmaria feito folha caindo da

árvore por causa do outono, vezes é uma explosão nuclear, vezes nem percebemos e vezes

paramos uma vida inteira para olhar.Então ficamos nesse vai e nesse vem. Esperando, ansiosos, por alguém que nos belisque e acorde desse pesadelo chamado acaso. Como suportar o fardo de planejar uma vida inteira e, por segundos, perdê-la pelo vão? Como aceitar que o destino que nos foi escrito por nós mesmos não é, de fato, o destino que nos fora dado?

Coisas acontecem; conhecemos alguém de alma tão compatível a nossa que não

pensamos duas vezes a nos entregar, conseguimos uma vaga de emprego que tanto queríamos ou então passamos no vestibular; como disse, coisas acontecem e a grande maioria delas chegam sem pedir licença. Vezes é como pular de bungee jumb sem medo, vezes é como pular de bungee jumb com medo.E aqui estamos, em uma roda gigante que parou de girar enquanto estávamos lá em cima. Agora sentimos o vento, e as estrelas parecem estar tão perto que podemos abraçar-las. Nesse momento nosso corpo paralisa em um frenesi de felicidade e então nos damos conta que estar aqui em cima, agora, abraçando as estrelas não estava exatamente nos planos que fizemos, mas que a vida tem dessas de explodir coisas que mudam o rumo da história, ou à

inicia. E assim, quase que de repente, nos vemos querendo fazer a roda gigante parar lá em

cima para todos ao nosso redor. Queremos ajudar cada alma abraçar uma estrela e descobrir

que planos são lindos, mas o acaso é transformador; ele faz com que a felicidade em que

estamos se transforme em vontade de trazer luz aos que não enxergam, calor aos que já não

sentem, lar aos desabrigados, alegria aos que choram e então nos vemos movidos por essa

força, que mais cedo ou mais tarde se expande em nosso ser, excede nossos horizontes e faz

cada limite que nos impomos desaparecer meio à gratidão que é fazer parte de tudo isso. E é

nesse momento que descobrimos que a fé move montanhas, mas a gratidão nos torna grandes

o suficiente para termos coragem de ir até o outro lado, por nós e por todos que ainda não

tem voz.

C.LEO MANOELA PASINI

LEO CLUBE GARIBALDI

DISTRITO LD-7

Compartilhar publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =

Voltar para Posts